Everaldo quer reduzir filas de espera médicas

por Imprensa CML - Aline Áthila — última modificação 06/06/2017 21h03

Tramita na Câmara Municipal de Luziânia (CML) um projeto de lei (PL) que institui a “Saúde em Dia”. De autoria do vereador Everaldo Meireles Roriz (PHS), a iniciativa propõe um prazo de 60 dias para marcação de consultas e exames médicos especializados nas Unidades de Saúde da Rede Pública Municipal.

A medida visa agilizar as longas filas que se formam em busca do agendamento, além de evitar a formação de listas preferenciais para parentes ou amigos de funcionários públicos. Na justificativa o vereador aponta que muitas vezes o próprio cidadão, quando tem condições, acaba arcando com os custos no meio particular, uma vez que a doença não espera e pode inclusive se agravar levando o individuo a óbito.

O texto que segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e depois para aprovação no plenário cita também alguns tipos de exames que serão beneficiados com o PL como: Ecografias, Eletrocardiograma, Holter, Mapa, Ecocardiograma, entre outros.

Mudança que pode salvar vidas

Os exames e a identificação das doenças através de diagnósticos precoces possibilitam o aumento das taxas de cura e sobrevida dos pacientes. Em muitos caos, a descoberta nos estágios iniciais permiti intervenções terapêuticas menos invasivas e traumáticas.